Grupos 2019

BENIM

BALLET NATIONAL DU BENIN

O Ballet Nacional do Benim é formado por artistas profissionais dos melhores grupos de dança e balé do Benim. O trabalho artístico é centrado na pesquisa no domínio do património cultural imaterial do Benim (canções, danças, música, provérbios, jogos tradicionais …). O repertório proposto pelo grupo assenta em danças da alegria, danças rituais ou de vudu, danças das cortes reais de Abhomey Nikki e na dança contemporânea. Criado em 1992, o National Ballet representou o Benim através de vários festivais em todo o mundo: China, Japão, Venezuela, França, Suíça, Hungria, Polónia, Rússia, Espanha e Portugal. Vários troféus e distinções foram ganhos pelo grupo.

BOLÍVIA

BALLET FOLKLÓRICO DE LA PAZ

O Ballet Folclórico de La Paz – BAFOPAZ foi criado em 2006. Durante estes anos BAFOPAZ atuou em quase todas as cidades da Bolívia e também em diferentes cidades do Chile, Peru, Equador, Colômbia, Espanha, Portugal, Alemanha, Holanda, Bélgica, França, Estados Unidos e Coréia do Sul, totalizando trinta e cinco viagens internacionais. Ganharam importantes prémios culturais no seu país, como o Prémio Plurinacional “Eduardo Abaroa”, do Ministério da Cultura da Bolívia e o Prémio Municipal “Melba Zárate”, do Município de La Paz. Em 2015 apresentou um espetáculo na sede da Unesco em Paris e após o seu regresso à Bolívia a Assembleia Legislativa Plurinacional atribuiu-lhe a Medalha de Mérito Cultural e foi ainda reconhecido com o Brasão de Armas do Município de La Paz, concedido pela Câmara Municipal da Cidade.

CHILE

BALLET FOLCLÓRICO DE PUENTE ALTO

O Ballet Folclórico de Puente Alto BAFOPAL nasceu a 19 de maio de 1991. Nos seus 28 anos de história dedicou-se ao estudo e compilação de diferentes cultores e pesquisadores do Chile, para então colocar em palco os trabalhos estudados. Os membros do grupo recebem uma preparação profissional, formando bailarinos integrais, com aulas de folclore e dança contemporânea. O grupo de músicos é formado por jovens e adultos com experiência na interpretação da música tradicional chilena e latino-americana. O BAFOPAL foi apresentado nos mais diversos palcos nacionais e internacionais, obtendo grandes conquistas e admiração dos seus pares e o reconhecimento do público presente nas suas atuações.

CROÁCIA

FOLK DANCE ENSEMBLE ZAGREB-MARKOVAC

O Folk Ensemble «Zagreb-Markovac» foi criado em 1945 e mantém a tradição contínua de salvar o rico croata. Tem 140 membros ativos, está incluído nos principais conjuntos amadores, possui um repertório interessante e diversificado com coreografias, peças vocais instrumentais e instrumentais de todas as partes do país, usa os trajes nacionais originais. Da mesma forma, é dada grande atenção à escolha de instrumentos folclóricos usados que são específicos para cada região da Croácia. Ele participou de vários festivais internacionais na Itália, Áustria, Alemanha, Espanha, França, Holanda, Hungria, Polônia, México, Canadá, Portugal, Turquia, Bulgária, etc.

FILIPINAS

PHILCAS

PhilCAS de BC (abreviação de Philippine Cultural Arts da British Columbia) foi fundado em 1998 e dedica-se sobretudo a introduzir a cultura filipina através da dança e música incutindo nas crianças filipinas um sentimento de orgulho, consciência cultural e identidade na sua herança filipina. PhilCAS de BC tem participado em vários intercâmbios culturais e educacionais no Canadá. A partir de 2006, o grupo participou em eventos culturais aprovados pelo CIOFF internacionalmente, começando com festivais na Holanda, Bélgica, sul de Itália, Turquia e, mais recentemente, em Espanha. O seu repertório completo é composto por 5 grupos de danças (danças de montanha, danças de influência espanhola, danças exóticas do Sul, danças do campo e variações indígenas de diferentes regiões minoritárias das Filipinas).

JAPÃO

FUKUI NORIN HIGH SCHOOL

Começando como um círculo de tambores informal na Norin High School em 1999, tivemos o prazer de sermos nomeados um grupo oficial escolar em 2002. Desde a nossa fundação, sentimos que estamos a melhorar as nossas aptidões em tambores japoneses de Taiko ano após ano. Apresentamos-nps em eventos escolares, como o Festival da Cultura, o Festival da Agricultura e a Cerimónia de Entrada; bem como em festivais locais e festivais desportivos em lares de idosos, infantários, ensino básico e secundário. Através destes cerca de 20 apresentações e intercâmbios ao longo do ano, desenvolvemos ainda mais nossas habilidades e estilo. Todos os anos, o número de inscritos no grupo aumenta devido à excelente reputação do grupo. Atualmente, há 52 membros no total: 23 rapazes e 29 raparigas. Esforçamos-nos por manter um ambiente de amizade no nosso grupo e temos muito orgulho na história e na tradição que herdamos.

MÉXICO

COMPAÑÍA NACIONAL DE DANZA FOLKLÓRICA

O grupo foi criado em 1975 com o nome de Ballet Folclórico da Direcção Geral da Indústria e Educação Tecnológica. Pelo seu intenso trabalho, em 1984 o Instituto Nacional de Belas Artes e Literatura dá-lhe o nome de Compañía Nacional de Danza Folklórica, em reconhecimento pelo seu trabalho de qualidade. A partir daí atua continuamente durante o mês patriótico no Palácio de Bellas Artes. Desde sua criação, sob a direção do Mestre Nieves Paniagua, o Folclórico Nacional Dance Company, que tem uma equipa de colecionadores e pesquisadores que dão a conhecer os costumes e tradições herdadas dos seus antepassados, representando fielmente as suas danças que herdaram dos antepassados. O grupo atua em feriados nacionais, escolas, apresentações especiais em festivais e eventos culturais, promovendo as tradições do México e dos seus povos indígenas.

RÚSSIA

THE CHOREOGRAPHICAL ENSEMBLE “FANTASY”

O grupo coreográfico “Fantasy” foi criado em Cheliabinsk em 1995. Os diretores do grupo são Alexey Alexeev e Raisa Alexeeva. O repertório do grupo “Fantasy” inclui danças famosas de diferentes regiões da Rússia – danças de Kazaks, polkas russas, danças Urais etc. O grupo é um participante ativo em festivais competitivos russos. Em 2006, venceu o grande prémio do festival internacional dedicado ao dia da União Europeia em Piacenza, na Itália.

SÉRVIA

FOLK BALLET “SIMYONOV” NEW BELGRAD

O Ballet Folclórico “SIMYONOV” foi criado em 1986 em Belgrado, na Sérvia. Desde então, este grupo representou e espalhou pelo mundo a cultura e a arte popular da região dos Balcãs, especialmente a Sérvia, sendo os diferentes aspectos do folclore (música, dança, canto, costumes, etc.). uma forma de se expressar e alcançar o público. Entre os países mais visitados pelo grupo “SIMYONOV” destaca-se a Espanha, onde realizou mais de 20 viagens de um mês cada, participando nos mais prestigiados festivais de folclore. Além disso, fez 8 tours em Portugal, 9 tours no México, 5 em Taiwan, 3 na Índia e outros países, como Israel, França, Holanda, Grécia, Itália, Tailândia, China, Coreia … As imaginativas coreografias de “SIMYONOV” , a encenação variada e colorida dos seus espetáculos, o alto nível técnico e artístico, juntamente com a qualidade e calor humano dos seus componentes, são as melhores referências que “SIMYONOV” pode apresentar.

PORTUGAL

RANCHO FOLCLÓRICO CASA POVO BARBEITA
Cidade – Monção

Fundado em 1959, reconhecido internacionalmente, com presenças nos mais reconhecidos festivais mundiais de folclore, integrados no CIOFF (Conselho Internacional das Organizações de Festivais de Folclore e das Artes Tradicionais), tendo levado a cultura de Portugal a países como Alemanha, Andorra, Áustria, Bélgica, Bulgária, Espanha, França, Holanda, Hungria, Ilhas Canárias, Itália, Polónia, Suíça e Turquia. Organizador desde 1986 do Festival Internacional de Folclore “FOLKMONCAO”.

PORTUGAL

RANCHO FOLCLÓRICO DE FARO
Cidade – Faro

As origens do Grupo Folclórico de Faro remontam aos inícios dos anos 30, sendo o mais antigo grupo de folclore do Algarve e um dos mais antigos do país. Atualmente possui quatro secções em pleno funcionamento: um grupo adulto, um grupo infantil, um grupo de cantares (o Cancioneiro) e ainda uma escola de acordeão. Embaixador da região e do país, representou Portugal em Espanha, França, Marrocos, Canadá, EUA, Itália, Brasil, Turquia, Suíça, México, Hungria, República Checa, Chipre, Grécia, Rússia, Eslovénia, Bélgica e Polónia. O grupo organiza anualmente o FOLKFARO, o único festival a sul do Tejo reconhecido pelo CIOFF®. É membro efetivo da Federação do Folclore Português e filiado no INATEL. Considerado como uma verdadeira instituição da capital algarvia, o Grupo Folclórico de Faro foi distinguido pela Câmara Municipal com a Medalha de Ouro da Cidade. Em 2014, recebeu a Medalha e o Diploma de Mérito atribuídos pela União das Freguesias de Faro e em 2015, recebeu o Prémio Figuras, atribuído pelo Teatro Municipal de Faro.

PORTUGAL

RANCHO FOLCLÓRICO DE FAFE

Cidade – Fafe

Fundado em 15 de Março de 1958 e passando por um período de inatividade devido á emigração, reapareceu com a atuação em público, no dia 7 de Setembo de 1991. Sendo Fafe um concelho onde tradicionalmente predomina a indústria na parte sul e a agricultura na parte norte, outras actividades e profissões se mantêm vivas e na memória das suas gentes, caso dos moleiros e dos carvoeiros, que marcam o dia à dia e toda uma forma de estar e de viver nas aldeias mais serranas deste concelho. Depois de uma pesquisa cuidada, não resistiu em dar prevalência à parte norte do mesmo, projectando para as suas actuações, as danças e cantares dessas terras, acompanhadas sempre de utensílios usados no trabalho diário e dos variados e riquíssimos trajes. Participou em variados Festivais de Folclore de Norte a Sul do país e no Estrangeiro, nomeadamente Espanha e França, e também, em participações televisivas como SIC, RTP e TV Galiza.